24 de agosto de 2019
                 
     
                         
Lázaro Freire, Acid0 e Lobão na MTV: Daime é droga ou religião?
Psicanálise Transdisciplinar em SP com Lázaro Freire
Seja um colaborador ativo da Voadores!
Cursos e palestras da Voadores em sua cidade
Mensagem de Wagner Borges
Mais novidades

 
  

Colunas

>> Colunistas > Fernando Golfar

Caminhos II (Sensações pós projetivas em terrenos densos)
Publicado em: 27 de junho de 2007, 16:53:16  -  Lido 2665 vez(es)



Ao trilhar os caminhos dessa vida, passo a passo,
E quando olhares a volta e só existirem Pedras e areia,
Deixe nascer o amor do seu coração na terra
Plante a primeira flor;

Mas se a terra estiver seca,
Que estejam suas mãos prontas a rega-la
E se a flor estiver sufocada pelas ervas e pelos espinhos
Que seja você o primeiro a afagar as pétalas
E beijar com sentimento a flor.

E mesmo que tudo ao seu redor pareça errado
E que as pessoas pareçam estar no caminho tortuoso
Seja você o primeiro a esboçar o primeiro passo
A caminho da retidão

No momento em que as luzes se apagarem
E que tudo ficar escuro e nada puder ser visto
Seja você aquele que extirpa as trevas:
Acenda a luz do seu coração

E ao chegar nos sítios onde o sofrimento é constante
E aqueles que choram e imploram assistência te procurarem
Seja você o primeiro a recebe-los com um sorriso,
Muitas vezes expressado pelo amor que vem do coração
E pelo carinho emanado do abraço reconfortante.

E para eles, que pensam
que a etenidade toda fora sempre
um imenso NÃO
Você não deve parar e deixar de buscar
O primeiro SIM de suas vidas, o lado bom,
O positivo, o celeste, o eterno, o imortal.

Lembre-se que o seu pouco aprendizado
É muito mais do que o nada dos que o procuram.
E assim, ensinando, você aprenderá muito mais
Do que os que tu ensinares.

E se a angustia os dominar por completo,
Mostre que és como eles, filhos do mesmo Pai
E dá teu ombro em forma de consolo,
E teus ouvidos em forma de auxilio.
Podes ser o primeiro a tentar auxilia-lo
Mas, triste será, se fordes o último a tentar.

Se encontrardes as portas fechadas
Não desanime em encontrar as chaves
E que elas sejam abertas para que a luz
Reine e ilumine todos as orbes do universo.


Não atire a primeira pedra naqueles que ali estão
Somente porque eles erraram.
Nós também erramos, lembre-se sempre disso.
De acusadores o mundo está cheio;
nem, por outro lado, aceite como correto o erro;
Apenas coloque a disposição o seu amor
E os faça entender o cometido

Ofereça sua mão primeiro para levantar quem caiu;
sua atenção primeiro para aquele que foi esquecido;
seja você o primeiro para aquele que não tem ninguém;
Seja importante e os faça importantes. Somos todos um.

Mostre sempre que mesmo que o escuro predomine
E que a terra esteja seca, e que não existam flores
Você é capaz de plantar a primeira semente,
Mostrar que sempre há o caminho de volta
Explicar que o perdão sempre regenera
Que o discernimento é edificante
E que o auxilio possibilita a reconstrução
De algo diferente do que já foi um dia.

Atire você,
quando tudo for pedra,
a primeira e decisiva flor...


15/01/2003 6:45
--
Fernando Golfar


Deixe seu comentário

Seu nome:
Seu e-mail:
Mensagem:

 
Atenção: Sua mensagem será enviada à lista Voadores, onde após passar pela análise dos moderadores poderá ser entregue a todos os assinantes da lista além de permanecer disponível para consulta on-line.































Voltar Topo Enviar por e-mail Imprimir