16 de dezembro de 2018
                 
     
                         
Lázaro Freire, Acid0 e Lobão na MTV: Daime é droga ou religião?
Psicanálise Transdisciplinar em SP com Lázaro Freire
Seja um colaborador ativo da Voadores!
Cursos e palestras da Voadores em sua cidade
Mensagem de Wagner Borges
Mais novidades

 
  

Ajuda

Por que minhas projeções diminuíram?
Lido 5019 vez(es)

Quadro de "sintomas", típico de muitos projetores:

1) Ter uma ou outra experiência fantástica, projetiva. Se sentir bastante motivado com isto, uno com seu caminho espiritual.

2) Procurar algo para ler, estudar. Querer mais e mais. Ou o contrário, procurar o estudo e em seguida ter a experiência fantástica.

3) Dedicar-se mais ao estudo e prática das experiências 4) Para surpresa total, ver o número de projeções DIMINUIR, ou passar a ter mais dificuldade para sair do que antes de estudar

Bem, cada caso é um caso, mas dentre várias possibilidades, vejamos algumas das coisas que PODEM estar acontecendo:

1) Seu despertamento para a projeção pode ter sido uma "isca" para vc buscar mais espiritualidade e crescimento - os quais são objetivos mais nobres do que apenas o "fenômeno" da projeção em si. Acontece isso, às vezes - e não é o bem que eu chamaria de raro. Eles te mostram, te dão de presente a certeza do lado de lá, permitem que vc substitua sua fé pela razão. Sinta o gosto de "shraddha", a confiança espiritual inabalável que está além da fé. Mas, ora, se vc teve 5 provas, não precisa de 100. O que não impede de vc gostar do que ganhou de presente e passar a ter projeções agora pelo SEU esforço, já que já sabe que as projeções - e a realidade espiritual - realmente existem. Lembre-se que aquelas primeiras podem ter sido patrocinadas... Ajudadas mesmo por algum amparador e/ou amigo espiritual, interessado em que você cresça. Facilitadas. Mesmo que você não tenha percebido isto. Note que isto te colocou em um caminho espiritual. Tanto que você está aqui conosco. Gostou? Batalhe, pratique - mas seja humilde, e chame pelos caras... Eles podem ter te dado uma amostra, e ainda de quebra te trouxeram para um padrão melhor. Isso acontece em ...% dos casos. Mas não vou contar o percentual não, (sorrisos), deixa o pessoal pensar que está tendo projeção "sozinho" e só para contestar...Deixa o pessoal pensar que só está desenvolvendo a "consciência", hehehe, só pq não consegue se sutilizar para ver o amparadorzão ali do lado, dando um baita duro para arrastar nosso corpo pesadão com tantas melecas emocionais, apegos terrenos e má alimentação... Ego, ó ego... : )))

É por estas e outras que batemos tanto em não separar projeção de espiritualidade. Desenvolvimento parapsíquico pode ser o meio, mas o fim em si é o desenvolvimento espiritual. Note que não são a mesma coisa.

2) O desenvolvimento da projeção pode levar sim, vidas - pq tem muito a ver com consciência, sutilização... Vc pode ter feito as primeiras saídas com base nas suas técnicas práticas já adquiridas, mas ter entrado em um pequeno período de estudos, para embasar o que já tinha em si na prática. Perante a evolução, alguns anos sendo levado a estudar não é nada, e pode te embasar muito. Mas talvez, se todos fossem projetores "naturais", espontâneos, não estudariam tanto. E de vez em quando precisa... Neste caso, os amparadores podem sim *propositalmente* te colocar alguns "pesos" ao fazer os exercícios, os quais, vc estudando, conseguirá superar. E o benefício será tremendo.

3) Isso também é MUITO freqüente: Vários projetores relatam ter despertado "surpreendentemente" ao ler a lista Voadores, ou o site do Wagner Borges, ou em função de suas atividades assistenciais e mediúnicas em algum centro espírita. E notam também que sua espiritualidade melhorou muito, mesmo no recesso projetivo de APENAS alguns mesezinhos. Neste caso, lendo abordagens espiritualistas e assistenciais, devo imaginar então que, por egrégora, vc que veio de caminhos projetivos espiritualizados seja, possivelmente, um daqueles que como nós se preocupa com a finalidade espiritual e evolutiva da projeção... E não apenas com o fenômeno em si. Neste caso, é MUITO NORMAL MESMO (e a gente vê muito no IPPB e na Voadores), que pessoas se proponham a ajudar, fora do corpo, em tarefas assistenciais. Eu diria que mais de 90% dos projetores do IPPB tem isto como firme propósito, e imagino que quem vem pelo site, em boa parte, pense mais ou menos igual, querendo crescer e fazer o mundo crescer, e sem negar a espiritualidade. O mesmo vale para os espíritas, que costumam ter a caridade como meta. Pois bem, o que ocorre muito no IPPB, devido às missões que as Fraternidades ligadas a lá tem, é que o projetor começa a despertar seu potencial rapidamente, sai do corpo SIM, comprova, estuda, e começa a querer crescer e ajudar. Ótimo, pois a espiritualidade precisa DEMAIS de projetores. Por exemplo: Espíritos sutis simplesmente não tem como "pegar" suicidas, recém desencarnados, sofredores densos, a não ser que manipulem ectoplasma demais. Isto se deve ao fato dos "mentores" serem sutis demais. Por isso, eles simplesmente ATRAVESSAM, interpenetram os planos e espíritos mais densos. Nós não. Ligados ao físico ainda, carregamos conosco uma parte de energia anímica através de nosso cordão de prata. Somo IDEAIS para este tipo de trabalho. Alguém que acabou de levar um tiro ainda está meio que ligado ao seu duplo etérico. E nós, que possuímos ainda um corpo e duplo, também. Mesma densidade vibracional, portanto, nossa energia (vibração) TOCA o assistido, não o interpenetra. Um passe que um projetor aplique no cordão de prata deste decém desencarnado, prestes a se romper, vai literalmente EMPURRAR matéria "densa" (por ser do mesmo plano vibracional) e não apenas mandar "energias sutis" e de ação mais demorada e indireta, como quando damos passes espirituais em um encarnado, ou quando um amparador aplica energia a um desencarnado mais grosseiro vibracionalmente. Em suma, somos ótimos "parteiros" astrais.

Mas claro, os espíritos responsáveis por estas tarefas não ficam nos escravizando, nem nos pegando para estes trabalhos contra a nossa vontade. Mesmo precisando MUITO de nós (e a gente precisando trabalhar), eles JAMAIS vão agir contra nossa vontade em um terreno desses - mesmo tendo que ter um TREMENDO trabalho para ajudar desencarnados e suicidas. Sem a vontade expressa do projetor, eles precisam fazer o mesmo em um longo tempo e várias expedições (como relata André Luiz). O mesmo trabalho que se tivéssemos boa vontade poderíamos fazer em uma só noite.

Portanto, quando alguém, mesmo não sendo santo, swami, iluminado ou perfeito, se dispõe de boa vontade, em um pensamento que seja, a colaborar, a ajudar, a querer se espiritualizar, a querer ajudar a evolução, a sintonizar com a responsabilidade e não apenas com o para- turismo, É CLARO que os amparadores dão a maior força, e pegam correndo. Somos mão de obra raríssima, e eles sabem que estamos RASGANDO karma, pois um trabalho para o bem paga mais do que mil auto-sofrimentos. Afinal, o bem é sempre mais valorizado por Deus do que o mal ou a dor. E não precisamos evoluir apenas "pagando" por erros passados.

Portanto, eles deixam sim, nessas horas, o grandiosíssimo projetor ou pesquisador que tá mais preocupado com seus livros ou experimentos (claro que também é útil, vai ajudar outros), ou com seu ego, palestras, fama e reembolso. E priorizam SIM o João, o Mané, o que pode não ser santo, mas acabou de fazer um curso ou ler um site, está cheio de boas intenções e vontade de crescer, e está ali disponível, mesmo limitado, para o trabalho que os "escolhidos" e "preparados" nem lembram (tanto) que existe.

Um doutor não gosta de ser lixeiro... Mas se ninguém limpar a casa do doutor, vamos MESMO precisar de médicos, né? E o planeta, físico e espiritual, é a nossa casa - e não é o que eu chamaria de 100% limpa.

Pois bem, eles te pegam, ACELERAM sua projeção, te colocam em contato com o mínimo necessário pra vc ter algum controle SIM... E, com seu consentimento, começam a te usar para ajudar em tarefas de auxílio e crescimento.

Nestas situações, quanto mais ectoplasma vc doa, quanto mais energia anímica vc passa pelo cordão, de seu corpo/duplo até seu espírito projetado, MAIS condição de ajudar vc vai ter... Mas é claro que com tanta energia anímica assim passando, o que vc menos vai ter é... CONSCIENCIA. Óbvio, para ter consciência, vc tem que estar sutil, e como vc vai estar sutil se sua função é passar mesmo muuuuuuuuito ectoplasma?

E depois, seria até desagradável para nós se nos lembrassemos de TUDO que fizemos a noite faz nos umbrais, cemitérios e bocas de tráfico e assassinato... Claro que se vc fizer muita prática com o frontal, vai melhorar isso, por mais ectoplasma que manipule. Mas é claro também que eles costumam, por cortesia, projetar imagens (normalmente agradáveis e oníricas) em sua mente, pra vc ter um sonho lúcido enquanto ajuda uma barra-pesada. Já relatei aqui que fizeram isso até com o Wagner... É comum alguns, nestas condições, passarem a ter mais sonhos oníricos - e menos lembranças de projeções.

Uma dica: se souber que está sonhando, mas sentir que está lúcido, e que as imagens não fazem sentido (ou seja, vc deveria estar projetado, mas nota que é um sonho) basta fazer mantras no frontal, e/ou dar passes para a frente no ar, que a imagem onírica vai embora... E vc vê onde realmente está. Só não garanto que seja agradável, hehehe. Vários da lista já comprovaram esta nossa dica.

Outra coisa: Eles não são ingratos. Nem querem MESMO que vc seja só uma marionete. Se vc continua a ajudar e a estudar, e até se propõe a isto, além de vc continuar crescendo espiritualmente como notou que está... É claro que mais tarde eles vão te matricular em alguns cursos do lado de lá, onde vc não entraria só por seu mérito, e que muito projetor experiente (e menos útil) também não tem como entrar por si só... Lembre-se que vc não está sozinho, vc está em equipe, e com uma turma "costa-quente". E de vez em quando, eles também levam o amigo que tanto ajudou em experiências "bônus", que também não são pra qualquer um, mas vc, bem relacionado, consegue. Por exemplo, porjeções em outros planetas, abduções, saídas no plano mental, desdobramentos, bilocações, projeções no tempo / espaço, para-turismos, para-namoros especiais, reencontros que vc sozinho apanharia muito para conseguir, etc.

Não há ingratidão do lado de lá.

E não julgue a evolução apenas por alguns meses no meio de dezenas ou centenas de vidas em que estamos - eu, vc e todos - batalhando para crescer um pouquinho que seja. E onde a projeção é apenas mais uma de nossas ferramentas. Pode ser que vc nunca tenha crescido tanto quanto justamente nestes meses em que ficou com alguma dificuldade projetiva!!! Já pensou nisto? Pois pense, porque é o caso da MAIORIA. E nem sempre é por acaso.

Em tempo, e IMPORTANTÍSSIMO:

A maioria das pessoas só estuda estas coisas do lado de lá, antes de voltar em nova encarnação. E quando dorme aqui, ainda perde 1/3 de seu tempo de vida. Ou seja, 8hs em cada 24, ou 20 anos inteiros em cada 60.

No caminho em que vc aparentemente está, unindo espiritualidade com projeção e assistência, sem ócio ou para-turismo, vc passa a aproveitar 33% de sua vida, e basicamente só para fazer coisa boa.

Ou seja, não vai mais perder 1/3 do tempo, ou 1 em cada 3 vidas, no ócio, roncando.

Sem contar que acordado vc faz caca e perde tempo, mas ajudando, não. Quanto tempo das horas acordadas você REALMENTE se dedica a assitência, ao estudo espiritual, ao crescimento como ser humano e espírito? Muito poucas, na verdade. O percentual das 16 horas é de menos que 5%, enquanto que nas 8 horas disponíveis para a projeção, o aproveitamento pode ser muito mais integral.

Fora do corpo a atividade espiritual é muito mais intensa. Sem contar que André Luiz relata que normalmente toda hora em trabalho assistência é sempre computada em dobro... Ou seja, fazendo isso, pode ser que, em 1 ou 2 vidas, vc faça o equivalente em bons atos e resgate de carma ao que faria em umas DEZ VIDAS, já pensou? Ou até mais!!!

Mas não é só: Voce não precisa estudar isso só quando está no período inter-vidas, intermissivo, pq vc já estuda estes assuntos aqui... DO lado de lá, de duas uma: Sendo projetor útil aqui, ou vc pode VOLTAR mais rápido, e perder menos tempo se preparando, preparando, preparando... Ou então, vc pode estudar coisas mais avançadas, chegar lá com mais amigos, mais gente que era da equipe, mais gente feliz pq vc a ajudou e antes de vc morrer ela já cresceu lá e também vai te dar uma força... E estudando coisas mais avançadas, entrando lá na faculdade direto e não no pré-primário, é claro que vc vai reencarnar em condições muito melhores, e também com mais mediunidade, faculdade projetiva, etc.... E em condição de aproveitar muito melhor a vida seguinte, sem contar a história do tempo que já falei... Então não é mais que em 1 ou 2 vidas você cresça o equivalente ao que levaria 10 ou 20 vidas... Vc ainda ganha no tempo inter-vidas, e já entra aqui na escola mais à frente. Volta antes, e em melhor condições. Dá para pensar em termos de, PASMEM: de 50 a 120 anos (1 a 2 vidas) de projeção podem abreviar cerca de 2000 anos ou mais em seu processo reencarnatório. É só imaginar as contas óbvias a partir dos dados acima. Mesmo com a gente fazendo cacas aqui... Sabe o que é compensar 2000 anos em 100 ou menos? Se libertar mais rápido da roda de Samsara, poder voltar em melhor condição, ou só voltar um dia se quiser, SÓ PORQUE leu algumas listinhas e livros, e elevou os pensamentos antes de deitar, sendo que não ia fazer nada mesmo dormindo apagado?

Putz, dá para desprezar este caminho?

Pensem com carinho, e vejam se o que falei faz sentido... Reflitam bem. É uma oferta irrecusável, promoção mesmo....

E depois tem gente que reclama que está "em recesso", quando na verdade pode estar crescendo mais do que tudo que aprendeu nas últimas 10 vidas? O que são alguns meses ou mesmo míseros anos sem projeção, se melhorando em técnicas e coração - perante toda a evolução, e o que os ganhos que está obtendo representam???

E é por isso que a gente fica quase que nervoso quando se separa projeção de responsabilidade, universalismo e espiritualidade... A maioria, infelizmente, não sabe mesmo do que está falando, nem da oportunidade que está perdendo por tão pouco - tendo a faca e queijo na mão... Por isso a gente fica impaciente quando alguém se aborrece por tão pouco tempo sem lembrança, ou desiste pq não foi para Vega 5 passear... E a gente nem pode falar disso toda hora, pq não queremos catequizar nem parecer egóicos. Nem ficar condenando institutos e ordens que tratam o assunto mais como neo-ciência ou misticismo, sem se atentar para os aspectos evolutivos e espirituais DIRETOS implicados. Percebem como é difícil "respeitar" determinadas posturas, como se fossem "apenas" pontos de vistas diferentes? Mas que é difícil pacas respeitar o livre-arbítrio dos outros, por tão pouco, ah... Isso é. Ficar quetinho, fazer consenso só para parecer politicamente correto, sabendo de tudo isso, da IMPORTÂNCIA enorme do que a gente tenta passar, não só para 600, mas para 10 por noite que estes 600 ajudam, em milhares de noite... Os quais, uma vez melhores, vão também contribuir para a evolução do planeta, para menos encarnações de todos, para uma egrégora melhor, em uma gigantesca bola de neve... E sabendo disto tudo, não podemos bancar os "profetas da nova era", tipo "me ouçam", e precisa dar toques indiretos, e "respeitar" quem trata estes assuntos com leviandade... Döi no coração, nunca falo disso, são sentimentos que temos na nossa solidão, impotência por saber que por meus próprios erros e deficiências (os quais são meus e não tem nada a ver com o assunto e a missão de todos nós), muita gente vai deixar de nos escutar em toques importantíssimos que precisávamos tanto passar... A dor de saber que nossas limitações pessoais fazem as pessoas menos receptivas ao que seria melhor para ELAS mesmas, e que mesmo imperfeito posso ser canal de alguém melhor que eu... Dói, e as lágrimas solitárias rolam na face, como agora... E nunca falo disso. Dói por saber que ainda preciso crescer muito para ser mais escutado... Dói na alma, e tem vezes, como agora, que não dá para falar, mas também não dá para calar... Apenas me deixo inundar pelo AMOR QUE GERA A VIDA, um amor que não há como explicar, um amor que é um ser vivo e inteligente, uma mãe divina, e não um sentimento. Dói por saber e não poder dizer, por ver cada pequeno erro pessoal meu, aos quais tenho direito, prejudicando algo que nem era para mim que seria útil... Mas ao mesmo tempo vem um amor por cada semente plantada, por pelo menos tentar fazer o melhor, e o mesmo AMOR QUE GERA A VIDA nos inunda de luz e esperanças na colheita que certamente virá. Se a gente passa por isso, mesmo na matéria, e sabendo tão pouco... Imaginem o que passa, então, um amparador... : ))))

Como diz o amigo Wagner... Acho que eu não teria paciência para ser amparador de um sujeito tão limitado quanto eu mesmo... E você? Aguentaria ser amparador de você mesmo?

: )))

Paz & Luz,
Lázaro Freire



Deixe seu comentário

Seu nome:
Seu e-mail:
Mensagem:

 
Atenção: Sua mensagem será enviada à lista Voadores, onde após passar pela análise dos moderadores poderá ser entregue a todos os assinantes da lista além de permanecer disponível para consulta on-line.































Voltar Topo Enviar por e-mail Imprimir