16 de dezembro de 2018
                 
     
                         
Lázaro Freire, Acid0 e Lobão na MTV: Daime é droga ou religião?
Psicanálise Transdisciplinar em SP com Lázaro Freire
Seja um colaborador ativo da Voadores!
Cursos e palestras da Voadores em sua cidade
Mensagem de Wagner Borges
Mais novidades

 
  

Ajuda

Projeção Astral - Mecanismos
Lido 3461 vez(es)

Em linhas gerais, a projeção astral se dá sempre que a consciência
torna-se mais ativa que o estado de ondas cerebrais. Ou seja, é como
se consciência e atividade cerebral andassem juntas na maior parte do
tempo. Adormecemos e "apagamos" ao mesmo tempo que nossas ondas
cerebrais caem. Ao começarmos a sonhar, o cérebro também acompaha:
entramos numa fase chamada REM (Rapid Eyes Movement) ou "Sono
Paradoxal", na qual nosso estado onírico de quase lucidez é
acompanhada por uma atividade cerebral mais intensa, porém ainda
inferior à da vígilia. E agora, acordados, estamos tanto com
consciência quanto com o cérebro desperto. Esta espécie de "sintonia
vibracional" constante mantém os corpos físico e espiritual
(psicossoma, corpo psíquico, corpo astral) unidos.

Se o corpo físico tem morte cerebral, porém, o espírito evidentemente
se despreende. Mas existem estados intermediários ou alterados de
consciência onde o cérebro diminui sua atividade, mas a consciência
se mantém um pouco mais ativa. A consequência será uma saída natural,
porém temporária. Após um tempo relativamente curto, o espírito volta
ao corpo rapidamente, assim que as ondas cerebrais aumentam -
por "alarmes" externos, metabolismo ou fases do sono.

Imagine, assim, um exercício de relaxamento - ou uma palestra
enfadonha. Em seu esforço para manter a atenção, a consciência se
mantém parcialmente desperta, enquanto o metabolismo cai, o cérebro
entra em estado de ondas "alfa", no estado alterado de hipnagogia
(cochilo). A consequência dessa pequena diferença entre atividade
cerebral e consciencial, tentando se encontrar para se manter
desperto, será uma ligeira desconcidência entre corpos físico e
espiritual. Daí não raro a sensação de pequena "queda", como se
flutuassemos a alguns centímetros da cadeira.



Deixe seu comentário

Seu nome:
Seu e-mail:
Mensagem:

 
Atenção: Sua mensagem será enviada à lista Voadores, onde após passar pela análise dos moderadores poderá ser entregue a todos os assinantes da lista além de permanecer disponível para consulta on-line.































Voltar Topo Enviar por e-mail Imprimir